terça-feira, 18 de novembro de 2008

Amor

Hoje apeteceu-me falar de Amor. Daquele Amor dos romances intemporais, dos poemas feitos canção, da exaltação dos jovens e do desalento de alguns menos jovens...

Hoje apeteceu-me falar de Amor, porque hoje ouvi alguém muito jovem falar-me do seu Amor...

E, embora menos jovem, não senti desalento nenhum. Ainda entendo aquele Amor!

Para a pessoa que hoje mo recordou e para as que já se vão esquecendo, aqui deixo uma imagem de Klimt e uma frase interessante de Mário Quintana



Amor
Quando duas pessoas fazem amor
Não estão apenas fazendo amor
Estão dando corda ao relógio do mundo

12 comentários:

cmykismybestfriend disse...

não fui eu pois não? :p

Brancamar disse...

Esta tua filha é o máximo! E eu a pensar que ia ser a primeira...!
Esta frase é espectacular e bem verdade! E já me estavas a assustar com o desalento dos menos jovens. Ainda bem que desmentiste em baixo. Que raio de mania de toda a gente pensar que os velhos são assexuados! O amor é sempre lindo, mais jovem e exaltado ou mais maduro e calmo, por vezes até melhor saboreado...!
Aprendam que eu não duro sempre!
Beijinhos.
Branca

Mrs. Sea disse...

Deixo aqui para si esta história que eu acho deveras lindaaaaaa e tem a ver com o tema presente neste post:

Um homem bastante idoso procurou uma Clínica para um curativo em sua mão ferida, dizendo-se muito apressado porque estava atrasado para um compromisso.
Enquanto o tratava, o jovem médico quis saber o motivo da sua pressa e ele disse que precisava ir a um Asilo de Velhos tomar o café da manhã com sua mulher que estava internada lá há bastante tempo...

Sua mulher sofria do “Mal de Alzheimer” em estágio bastante avançado...

Enquanto terminava o curativo, o médico perguntou-lhe se ela não ficaria assustada pelo facto dele estar atrasado.

- “Não, disse ele. Ela já não sabe quem eu sou. Há quase cinco anos ela nem me reconhece...”

Intrigado o médico lhe pergunta:
- “Mas se ela já nem sabe quem o senhor é, porque essa necessidade de estar com ela todas as manhãs?”

O velho sorriu, deu uma palmadinha na mão do médico e disse:
- “É verdade... ela não sabe quem eu sou, mas eu sei muito bem QUEM ELA É”

Enquanto o velhinho saía apressado, o jovem médico sorria emocionado e pensava:
“Esta é a qualidade de Amor que eu gostaria para a minha vida”



O Amor não se reduz ao físico, ao romântico...
O Amor verdadeiro é a aceitação...

- DE TUDO O QUE O OUTRO É...
- DE TUDO O QUE O OUTRO FOI...
- DO QUE SERÁ...
- DO QUE JÁ NÃO É...


Bjins para ti...

Graça Lopes disse...

Faz muito bem em falar de AMOR!
Amor nunca é demais, falemos dele e principalmente pratiquemos amor!
All we need is love.....

Linda disse...

O Amor, ai o Amor...
O Amor não tem idade, lá porque és menos jovem(és?)
não deixes de acreditar no Amor, e fala sempre porque faz bem é tão bom Amar!
Beijinhos
Linda

Primogénita disse...

Ah, minha mãe... o amor! Se eu me ponho a falar de amor, escrevo um livro! Por isso deixo-te aqui apenas aquele suspiro de sorriso pateta... tu sabes qual!

Beijinho cheio de amor :)

elvira carvalho disse...

Amor... eu costumo dizer que o mundo é a roda que faz girar o mundo, e garanto que não conhecia essa frase do Quintana, embora conheça muita coisa dele. Mas estou absolutamente de acordo.
Um abraço

Carecaloira disse...

Ai, como é bom amar e ser amado!!

Beijinho grande
Marina


PS. Tenho de dar corda ao meu relógio. HIhi

Ovinho Estrelado disse...

E isso porque o Mundo roda em torno do Amor. E sem ele não se alimenta...

Belo post, minha linda...

Deixo um beijo! (ainda a arrotar a leitão, sua invejosa :D)

*

:)))

Brancamar disse...

Passo para deixar um beijinho.
Sei que trabalhas hoje, espero que chegues bem.
Hoje é dia de sogra, não devo vir cá logo.
Tudo de bom.
Branca

Linda disse...

Olá Amiga!!!
Deixei um desafio lá no meu cantinho...
Bjs
Linda

Anónimo disse...

O amor é como um quadro,tens varias perpectivas de cada angulo de visualização...como um rio divido por uma rocha que se tranforma em dois,intemporal e infinito quando o sabemos suavizar.
Mais importante do que o amor é saber amar.

Bjito do sg